Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte

CRONICA E ARTE  CNPJ nº 21.896.431/0001-58 NIRE: 35-8-1391912-5 email cronicaearte@cronicaearte.com Rua São João, 869,  14882-010, Bairro Aparecida Jaboticabal SP
CASOS DE VIOLÊNCIA DOMESTICA MARCAM O DIA DE NATAL EM MATÃO Mentore Conti Mtb 0080415 SP // foto Crônica e Arte Jaboticabal, 26 de dezembro de 2019 Matão, ...a Cidade de Matão 80 mil habitantes, e a violência Não Para, na cidade de Matão 47 km de Jaboticabal, ...a violência Não Para. A cidade que tem um lago belíssimo com suas praças, a cidade com suas Avenidas e prédios... gente trabalhadora. Mas nestes últimos tempos, como em todas as outras cidades da região... ...A Cidade de Matão vive um pesadelo ...um pesadelo atrás do outro...  Natal noite de natal... ontem dia 25 eram 23 horas o dia do Natal estava terminando, ...quando o telefone da central policial toca:   trimmmm! Trimmmmm!!!!!.   A chamada é atendida e uma pessoa informa que no Jardim Brasil, ... Um homem teria agredido uma mulher... A polícia rapidamente vai ao endereço indicado e encontra um pedreiro 35 anos, ...e ele conta sua história: Ele mora junto com a cunhada, ...ele mora com a mulher e a cunhada, ... E naquela noite ele é cunhada teriam discutido... teriam discutido... teriam discutido e teriam discutido!!!!  Segundo o pedreiro, a cunhada desempregada, 34 anos, teria ficado agressiva... E ele teria se defendido... Já a mulher ...cunhada do pedreiro disse que depois da discussão, ele a jogou no chão quando ela machucou a cabeça e a perna...  A mulher foi enviada ao pronto-socorro e o exame constatou um corte com contusão na cabeça e uma contusão na coxa direita. Uma ocorrência foi elaborada e o caso será r analisado e investigado pela polícia.  Em Matão esta não foi a única ocorrência no final desta noite de Natal no final desse dia 25 de dezembro de 2019. Eram 19:10 h quando a polícia foi chamada e foi informada que uma mulher de 67 anos teria sido agredida. Ao chegarem ao local, ...ao chegarem ao local, a auxiliar de cozinha 67 anos ela informou que discutiu com o filho de 19 anos e ele a agrediu. Ela ficou machucada nos braços e nas pernas.  Segunda vítima essa não era a primeira vez que ocorreu a agressão por parte do seu filho. O filho violento fugiu do local e não tinha sido encontrado pela polícia, até o fechamento desta edição.