Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte

CRONICA E ARTE  CNPJ nº 21.896.431/0001-58 NIRE: 35-8-1391912-5 email cronicaearte@cronicaearte.com Rua São João, 869,  14882-010, Bairro Aparecida Jaboticabal SP
NA REGIÃO ALGUMAS URNAS PRECISARAM SER TROCADAS E A VOTAÇÃO ERA TRANQUILA ATÉ ESTA TARDE Mentore Conti Mtb 0080415 SP  com colaboração de Rogerio Constantino (jornal Cidades Online e Juninho Leite // foto Jornal Cidades Online Jaboticabal, 7 de outubro de 2018 16:55 atualizado as 17:10h Em Nenhuma urna foi constatado  fraude na região e algumas urnas foram substituídas, durante este dia de votação em cidades da região.  Durante a manhã ainda três seções eleitorais apresentaram problemas mas as urnas foram rapidamente substituídas. Os problemas foram constados nas escolas José Pacífico, Isabel Sadalla e Gino Belodi. Em Jaboticabal não houve notificações de problemas nas urnas, trocas de urnas ou registro de crimes eleitorais, pelo apurado pelo Site Cronica e Arte. Em Sertãozinho 2 urnas foram trocadas porque deram defeito e na Barrinha uma urna precisou ser trocada também por defeito na máquina. Na região não havia notícias de crimes eleitorais, ate o fechamento desta edição. Nas proximidades de muitas sessões da região se constatou propaganda eleitoral chama “santinho”, se via jogado no chão. Segundo o TSE Tribunal Superior Eleitoral do total de 454.493 urnas distribuídas pelo país, foram substituídas 310 urnas. A maior quantidade de substituição ocorreu em São Paulo (49), seguida de Minas Gerais (46) e Sergipe (35). Já as ocorrências envolvendo candidatos totalizaram cinco casos, com uma prisão em São Paulo por divulgação de propaganda. Os demais aconteceram em Minas Gerais, com três registros e Mato Grosso, com um caso. Em relação aos eleitores 33 ocorrências, no pais inteiro, com duas prisões no Mato Grosso do Sul. O maior número de casos foi registrado no Mato Grosso, com oito ocorrências por questões variadas e que não ocasionaram prisões. Em seguida, aparece Santa Catarina, que registrou sete casos, todos relativos a propaganda irregular.