Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte

CRONICA E ARTE  CNPJ nº 21.896.431/0001-58 NIRE: 35-8-1391912-5 email cronicaearte@cronicaearte.com Rua São João, 869,  14882-010, Bairro Aparecida Jaboticabal SP
GENERAL LUIZ RAMOS DISSE QUE COMENTÁRIO DE CELSO DE MELO FOI NO MÍNIMO INOPORTUNO E INFELIZ Mentore Conti Mtb 0080415 SP // foto EBC Jaboticabal, 1 de junho de 2020 Comparar o nosso amado Brasil a Alemanha de Hitler nazista é algo no mínimo inoportuno e infeliz. A frase é do General Luiz Eduardo Ramos que criticou nesta segunda-feira dia primeiro o comentário do decano do Supremo Tribunal Federal Celso de Mello. O Ministro Celso de Mello no final de semana, tinha afirmado a outros ministros daquela corte em uma mensagem de WhatsApp que o país corre risco de sofrer o que ocorreu na Alemanha nazista  A mensagem de Celso de Mello que veio a público fala em uma ditadura apoiada por bolsonaristas. O Ministro escreveu: “GUARDADAS as devidas proporções, O “OVO DA SERPENTE”, à semelhança do que ocorreu na República de Weimar (1919-1933) , PARECE estar prestes a eclodir NO BRASIL! É PRECISO RESISTIR À DESTRUIÇÃO DA ORDEM DEMOCRÁTICA, PARA EVITAR O QUE OCORREU NA REPÚBLICA DE WEIMAR QUANDO HITLER, após eleito por voto popular e posteriormente nomeado pelo Presidente Paul von Hindenburg , em 30/01/1933 , COMO CHANCELER (Primeiro Ministro) DA ALEMANHA (“REICHSKANZLER”), NÃO HESITOU EM ROMPER E EM NULIFICAR A PROGRESSISTA , DEMOCRÁTICA E INOVADORA CONSTITUIÇÃO DE WEIMAR, de 11/08/1919 , impondo ao País um sistema totalitário de poder viabilizado pela edição, em março de 1933 , da LEI (nazista) DE CONCESSÃO DE PLENOS PODERES (ou LEI HABILITANTE) que lhe permitiu legislar SEM a intervenção do Parlamento germânico!!!! “INTERVENÇÃO MILITAR”, como pretendida por bolsonaristas e outras lideranças autocráticas que desprezam a liberdade e odeiam a democracia, NADA MAIS SIGNIFICA, na NOVILÍNGUA bolsonarista, SENÃO A INSTAURAÇÃO , no Brasil, DE UMA DESPREZÍVEL E ABJETA DITADURA MILITAR !!!!”.  Celso de Mello em uma nota emitida por meio do seu gabinete diz que a mensagem é uma visão pessoal e que não representa um pensamento da suprema corte. O General Luiz Eduardo Ramos disse que a democracia brasileira não merece isto e frisou" por favor respeite o presidente Bolsonaro e tenha mais amor a nossa Pátria".  A manifestação do General Ramos hoje ministro da secretaria de governo foi feita no Twitter.