Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte

CRONICA E ARTE  CNPJ nº 21.896.431/0001-58 NIRE: 35-8-1391912-5 email cronicaearte@cronicaearte.com Rua São João, 869,  14882-010, Bairro Aparecida Jaboticabal SP
CIDADE DE SÃO PAULO PODE ENFRENTAR RISCO DE SAQUES INDICA DOCUMENTO ENTREGUE À PREFEITURA DA CAPITAL Mentore Conti Mtb 0080415 SP // foto Crônica e Arte Jaboticabal, 20 de maio de 2020 A cidade de São Paulo corre o risco de ter saques e vandalismo, em razão da quarentena decretada por causa da pandemia do novo coronavirus. O alerta está em documentos enviados pelos promotores Anna Trotta Yaryd e Eduardo Ferreira Valerio à Prefeitura da capital paulista. A sugestão para evitar tais problemas é a distribuição de cestas básicas ou mesmo cartões alimentação, para os habitantes da cidade que perderam sua renda devido à crise.  Consta também na sugestão a ideia de que a prefeitura da cidade assine contrato com hotéis populares para abrigar pessoas que moram na rua  De acordo o último censo divulgado pela prefeitura Paulista, em 2019 os moradores de rua eram 24.344 pessoas na cidade. O PIB do Brasil deve cair 5,15% de acordo com economistas de instituições financeiras, consultados pelo Banco Central e o desemprego  atinge nos dias de hoje 12,9 milhões de pessoas no Brasil. De acordo com dados do IBGE do censo de 2010, ou seja há 10 anos atrás o número de favelados era de 11, 4 milhões de pessoas no Brasil, sendo que 1,4 milhões estavam no Rio de Janeiro. Atualmente na cidade de São Paulo e Grande São Paulo, existem 1600 favelas. O número de pessoas no Brasil, que sobrevivem de renda diária, ou seja aquelas pessoas que trabalham para garantirem a sobrevivência do dia e sem que consigam guardar nada para o dia seguinte,  mas sem renda fixa mensal, é de 38 milhões de pessoas. A pobreza atinge 50% da população brasileira.  País 57 milhões de residências não tem acesso à rede de esgoto e 24 milhões de residências não têm acesso a água encanada, sendo que 15 milhões de residências não tem coleta de lixo segundo dados da pesquisa Nacional por amostra de domicílios de 2018 do IBGE.  Este é o cenário de um país que muitos governadores, inclusive o de São Paulo, esqueceram ao decretar a quarentena como se o Brasil fosse um pais de primeiro mundo. Nas favelas além da quarentena prejudicar a renda das pessoas, é uma medida que pode aumentar o Contágio do novo coronavirus.  Os governadores não levaram em consideração que em muitas favelas as pessoas se amontoam em  casas de um ou dois cômodos e em muitas dessas casas, moram muitas vezes 10 pessoas em casa Mocambo, o que pode aumentar o risco de contágio.