Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte

CRONICA E ARTE  CNPJ nº 21.896.431/0001-58 NIRE: 35-8-1391912-5 email cronicaearte@cronicaearte.com Rua São João, 869,  14882-010, Bairro Aparecida Jaboticabal SP
APREENSÃO DE CELULAR DO PRESIDENTE DA REPUBLICA PODE GERAR CONSEQUÊNCIAS IMPREVISÍVEIS, DIZ GENERAL HELENO Mentore Conti Mtb 0080415 SP // foto EBC Jaboticabal, 22 de maio de 2020 O gabinete de segurança institucional, por seu Ministro General Heleno, realizou a divulgação de uma nota na tarde desta sexta-feira dia 22, do ministro, aonde o general Heleno diz que é inadmissível apreensão do celular do presidente Jair Bolsonaro.  Na parte da manhã o ministro do STF Celso de Mello encaminhou a PGR, notícias crime apresentadas por partidos e parlamentares de esquerda, pedindo desdobramentos na investigação sobre a possível interferência de Bolsonaro na Polícia Federal. Entre as medidas apresentadas está apreensão de celulares do presidente Jair Bolsonaro e seus filhos, solicitando o depoimento do presidente sobre o caso. Na nota do ministro General Heleno Augusto Heleno, diz que o pedido de apreensão do celular do presidente é inconcebível e é inacreditável e que essa medida representa uma afronta ao Jair Bolsonaro, sendo uma interferência inadmissível de outro poder, na privacidade do Presidente da República na segurança do país. Na nota o Ministro Alerta às autoridades constituídas que tal atitude é uma Evidente tentativa de comprometer a harmonia entre os poderes e podem ter consequências imprevisíveis para estabilidade nacional.   Atual crise criada pelo ex Ministro Sérgio moro está tendo desdobramentos que lembram bem o ambiente que foi criado entre 1963 e 1966, que redundaram na Revolução de 64 e depois no cancelamento das eleições de 66 e na decretação do ato institucional número 5.