Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte

CRONICA E ARTE  CNPJ nº 21.896.431/0001-58 NIRE: 35-8-1391912-5 email cronicaearte@cronicaearte.com Rua São João, 869,  14882-010, Bairro Aparecida Jaboticabal SP
CARROS ARRASTADOS, MORTES E DESLIZAMENTO DE TERRA DURANTE A CHUVA DESTA MADRUGADA NA FAVELA DA ROCINHA E OUTRAS PARTES DO RIO. Mentore Conti Mtb 0080415 SP // foto frame de video do Twitter Jaboticabal, 7 de fevereiro de 2019 A favela da Rocinha foi uma das áreas mais afetadas no temporal que atingiu o Rio de Janeiro, na zona sul, entre a noite de quarta-feira dia 6 e a madrugada de hoje quinta-feira dia 7. A chuva forte provocou enxurradas em várias vias e vielas da favela e segundo alguns moradores, a chuva era tão forte que foi capaz de arrastar carros eletrodomésticos e pessoas. Em alguns pontos da favela a água inundou casas comerciais e residenciais. Uma pessoa morreu quando um deslizamento de terra caiu na laje de uma das casas na favela. Na Cidade do Rio de Janeiro mais quatro pessoas morreram, duas em Barra de Guaratiba e mais duas na favela do Vidigal. A chuva forte foi acompanhada de Ventania que causou apagões Alagou e fechou a Avenida Niemeyer onde derrubou árvores. Na Avenida Niemeyer um trecho da ciclovia caiu Dois ônibus foram atingidos por deslizamentos de terra e árvore na Avenida Niemeyer. Em um dos ônibus uma passageira morreu e a outra pessoa está sendo procurada. O motorista deste ônibus ficou com escoriações mas conseguiu sair do veículo.  O ônibus foi jogado contra a mureta da avenida invadiu a ciclovia, isso por causa da força dos deslizamentos de terra. Além da Rocinha os outros bairros mais afetados pelas chuvas são o Vidigal, O Alto da Boa Vista, a Barra da Tijuca e a Pedra de Guaratiba. A sirene de alarme foram acionados na favela da Rocinha e na favela sítio Pai João no bairro Itanhangá perto da Barra. A orientação do sistema de alerta da cidade era para que as pessoas procurassem seguros durante a noite. Os túneis Santa Bárbara e Zuzu Angel que liga São Conrado a Gávea no Leblon, foram interditados por quedas de arvores Em virtude da catástrofe a prefeitura cancelou a coletiva de imprensa de hoje falaria sobre o carnaval de 2019