Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte

CRONICA E ARTE  CNPJ nº 21.896.431/0001-58 NIRE: 35-8-1391912-5 email cronicaearte@cronicaearte.com Rua São João, 869,  14882-010, Bairro Aparecida Jaboticabal SP
JAIR BOLSONARO E FERNANDO HADDAD DISPUTAM AGORA O SEGUNDO TURNO DAS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS Mentore Conti Mtb 0080415 SP // foto Crônica e Arte Jaboticabal, 7 de outubro de 2018 22H10 Jair Bolsonaro no PSL e Fernando Haddad do PT disputarão o segundo turno que está marcado para o próximo dia 28. Até as 22:15 deste domingo com 98,86% dos votos apurados, Jair Bolsonaro estava em primeiro lugar com 46,26% contra Fernando Haddad que tinha 28,95 % dos votos apurados. A única região em que Haddad ganhou foi no Nordeste Brasileiro. Neste primeiro turno Ciro Gomes ficou com 12,51% Geraldo Alckmin não conseguiu chegar a 5% do eleitorado, ficando com 4,81 % e Marina Silva termina esta eleição com 1% dos votos. Ao todo 13 candidatos disputavam a cadeira de Presidente da República em uma campanha muito polarizada entre esquerda e direita. Esta eleição marcou também o fim da polarização das campanhas que sempre ocorria entre PT e PSDB, partidos que durante várias eleições sempre chegavam ao segundo turno, disputando a cadeira presidencial, quase repetindo a velha política café com leite, onde, nos anos 30, se revezavam no poder candidatos de Minas Gerais e de São Paulo. A inovação desta eleição também foi a quebra da hegemonia da esquerda e centro esquerda. Desde o fim do governo político militar (1964-1985), nenhum político se denominava de direita, como fez Bolsonaro e vários outros candidatos, como se uma corrente se filiar ao liberalismo fosse algo demoníaco. Esta mudança explica o expando e rejeição de parte do eleitorado, que acostumado com discursos de esquerda se assustaram inicialmente com a nova linha política que voltou a se manifestar. Esse primeiro turno foi marcado por um acirramento de ânimos, ocorrendo dois atentados, um contra Jair Bolsonaro que foi esfaqueado em Juiz de Fora MG no último dia 6 de setembro e um contra o candidato Major Costa e Silva que foi cercado e alvejado por criminosos na região de Ribeirão Pires próximo a Santo André, há quatro dias. Marcando esta corrida Eleitoral do primeiro turno, temos também a Inovação da força das redes sociais. Jair Bolsonaro por exemplo que tinha apenas 8 segundos de televisão na propaganda eleitoral de rádio e televisão e conseguiu através das redes sociais uma votação estrondosa, terminando em primeiro lugar neste primeiro turno. O segundo turno deve iniciar quase de imediato e com mais tempo para os dois lados haverá oportunidade de cada candidato demonstrar melhor suas plataformas eleitorais. A espera do próximo presidente eleito esta um pais, onde no mínimo 46% dos eleitores rejeitou um projeto socialista de governo. Um pais com 13 milhões de favelados, aproximadamente meio milhão de pessoas drogadas vagando nas cidades brasileiras, (contando cerca de 100 drogados por cidade em mais de 5000 municípios no pais) e um índice de violência que provoca 60 mil mortes/ano segundo os últimos levantamentos. Um pais onde a pobreza chega a 50% da população e o desemprego chega a 12% da mão de obra do pais.