Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte

CRONICA E ARTE  CNPJ nº 21.896.431/0001-58 NIRE: 35-8-1391912-5 email cronicaearte@cronicaearte.com Caixa Postal 43,  14870-970 Jaboticabal SP
ENCHENTES NA MARGINAL CARLOS BERCHIERI, A PALAVRA OFICIAL...REAIS CAUSAS E SOLUÇÃO. Na manhã desta Terça Feira, 01/12/2015 estivemos na prefeitura municipal e conversamos com o secretário de planejamento do Município, ANDRÉ NOZAKI sobre causas e soluções para sanar de uma vez por todas o calvário que se tornou as enchentes na Marginal Carlos Berchieri. Conversando com alguns comerciantes que possuem seus estabelecimentos nesta avenida de fluxo de transito constante, fomos buscar a informação oficial para dirimir qualquer duvida. Resumi esta matéria em 4 questões básicas: 1-QUAL A REAL CAUSA DESSAS ENCHENTES? Segundo o secretário, a causa é realmente o grande volume de água dos córregos Cerradinho e Jaboticabal, explica o titular da pasta do planejamento que que o local aonde se identificam os primeiros alagamentos é justamente aonde o córrego é mais baixo e estreito, entre a Concha Acústica e a rua dos Trabalhadores por causa da ponte que é mais baixa e represa o fluxo de água que vem pelo córrego Cerradinho e quando chega na ponte da prefeitura aonde há o encontro das águas com o córrego Jaboticabal que apresenta um volume maior de vazão devido a canalização diminuindo a velocidade da fluência das águas do Córrego Cerradinho, isso faz com que as enchentes ocorram nos pontos mais baixos da avenida com aponte da rua dos Trabalhadores represando parte dessa água e tendo que ser, inclusive removida. 2-O QUE TEM DE SER FEITO? Segundo o secretário, o ideal seria o término da canalização do córrego Jaboticabal até o encontro deste com o córrego Cerradinho na ponte da prefeitura e também a canalização do Cerradinho que realmente não passou por obras, somente passou por limpeza. O ideal seria que houvesse a canalização do córrego Cerradinho desde a ponte da prefeitura atá a ponte da rua dos Trabalhadores que deverá ser demolida, dando lugar a outra mais alta. Enquanto isso não acontece pelos motivos que veremos abaixo, a solução paliativa seria uma limpeza executada pela secretária de obras, que vai da ponte da prefeitura até a ponte da rua dos Trabalhadores, no sentido de aumentar o fluxo de vazão da água do córrego Cerradinho, diminuindo o risco de enchentes. Lembrando que o secretário André Nozaki salientou que parece que a maior vazão de água é do córrego Cerradinho pelo simples fato de o leito dele estar a vista, mas a verdade é que o maior fluxo e vazão é do córrego Jaboticabal que foi canalizado até as proximidades da Avenida Tiradentes. 3-CUSTO DA OBRA: Estima-se o custo desses melhoramentos para a solução definitiva do problema em 8 milhões de Reais, investimento este que a prefeitura não pode bancar sozinha. 4-CONSIGNAÇÃO DE DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA PARA EXECUÇÃO DA OBRA: A prefeitura enviou ao governo estadual e ao ministério das cidades(KASSAB) o anti projeto para a execução das obras em 2013 e no caso do ministério das cidades a liberação dos recursos deverá se dar neste final de 2015, com o início da execução das mesmas em meados de 2016, segundo explicou o Secretário.
OS FATOS por Mentore Conti (Editor) A Avenida Carlos Berchielli em Jaboticabal sofreu com duas enchentes em prazo inferior a 3 meses, (entre os dias 27 e 28 de outubro e os dias 23 e 24 de novembro devido às fortes chuvas, causando, transtornos à população e prejuízos aos comerciantes que tem seus negócios principalmente próximo a concha acústica e a ponte da rua dos trabalhadores. O problema é antigo e as soluções ainda estão longe de serem concluídas é o que vemos da matéria do Jornalista Paulo Roberto (coeditor deste site) que durante uma semana entrevistou comerciantes levantou números do problema e foi buscar pareceres sobre o que se deve fazer para resolver a questão. A enchente ocorre hoje com mais frequência no Córrego Cerradinho, lembrando também que um volume grande de agua vem do córrego Jaboticabal, onde o Cerradinho desemboca, bem próximo ao paço municipal da cidade
ENCHENTES EM JABOTICABAL: O TRANSTORNO E AS SOLUÇÕES Uma matéria espercial de Paulo Roberto (coeditor e jornalista)
fotos: João Norberto Larosa