Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte

CRONICA E ARTE  CNPJ nº 21.896.431/0001-58 NIRE: 35-8-1391912-5 email cronicaearte@cronicaearte.com Rua São João, 869,  14882-010, Bairro Aparecida Jaboticabal SP
POSTO DE COMBUSTÍVEIS É FECHADO EM JABOTICABAL COM ACUSAÇÃO DE ADULTERAR QUANTIDADE DE COMBUSTÍVEL VENDIDO Mentore Conti Mtb 0080415 SP incluindo informações do site Cidades Online foto Cronica e Arte Jaboticabal, 9 de fevereiro de 2018 Um posto de combustíveis em Jaboticabal foi fechado pelo IPEM nesta última quinta-feira dia 08 em Jaboticabal. O posto (***) situado na Avenida Eduardo Zambianchi na Vila Industrial é acusado de ter alterado o volume vendido aos clientes. Segundo o processo de fechamento, o posto, que tem a bandeia Ipiranga, vendia até 9% a menos do que marcava a bomba de combustível em cada reabastecimento feito a cada cliente. A cassação foi publicada na edição desta quinta-feira, dia 8 do Diário Oficial do Estado e os sócios serão penalizados com a cassação da inscrição, sejam pessoas físicas ou pessoas jurídicas e ficarão impedidos de exercer a atividade ainda que em outro estabelecimento. Os sócios e proprietários também ficam proibidos de pedir inscrição de uma nova empresa no mesmo ramo de atividade pelo prazo de cinco anos. A operação que fechou o posto em Jaboticabal ocorreu também em outras cidades e foi feita pela fiscalização das Delegacias Regionais Tributárias da capital I e III, do Vale do Paraíba e de Ribeirão Preto com apoio da Polícia Civil.  Nas adulterações, tem sido identificada a substituição de componentes da placa eletrônica das Bombas em postos de gasolina e o marcador da bomba medidora adulterada, exibe uma quantidade de combustível maior do que é efetivamente colocada no tanque do veículo, causando um prejuízo ao consumidor Esse ato é conhecido como bomba baixa. A fraude volumétrica é verificado em fiscalização realizada pelo Instituto de Pesos e Medidas IPEM em se são constatadas irregularidades nas bombas de abastecimento a Secretaria da Fazenda de posse da comprovação de adulteração caça inscrição estadual para que a empresa não possa exercer o comércio de combustíveis. O site crônica e Arte tentou entrar em contato com a empresa mas até o fechamento desta edição não tinha conseguido conversar com quem quer que fosse.