Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte

CRONICA E ARTE  CNPJ nº 21.896.431/0001-58 NIRE: 35-8-1391912-5 email cronicaearte@cronicaearte.com Rua São João, 869,  14882-010, Bairro Aparecida Jaboticabal SP
COM A AMEAÇA DO ESTADO DE PROCESSO POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA, JABOTICABAL VOLTARÁ A FECHAR O COMERCIO NOS MOLDES DO DECRETO ESTADUAL Mentore Conti Mtb 0080415 SP // foto Internet divulgação Jaboticabal, 30 de abril de 2020 O comércio em Jaboticabal voltará a ficar fechado já a partir provavelmente da próxima segunda-feira dia 4. Este fato ocorrerá devido a uma recomendação do Ministério Público Estadual que orientou a Prefeitura do Município a seguir ou Decreto Estadual sob pena de ingressar com ação civil pública contra o município, O documento do MPE (cópia nesta editoria) se refere também à possibilidade de entrar com ação de responsabilidade civil por atos de improbidade administrativa se ficar caracterizado a omissão de agentes públicos em relação a orientação e ao decreto. O decreto de quarentena do Governo do Estado de São Paulo restringe o comércio e só permite a atividade ligada à alimentação saúde e atividades essenciais. A orientação do Ministério Público ocorreu depois que na imprensa local foram registrados aumentos de casos sobre monitoramento de pessoas que possam ter a covid 19. Em contato com o município o Site Crônica e Arte foi informado de que o novo Decreto que vai adaptar o decreto municipal vigente atualmente no município, às condições e as determinações do Decreto Estadual que determina a quarentena, está sendo redigido. A Assessoria de imprensa do município disse que por enquanto a prioridade é  a adaptação do decreto municipal às normas estaduais e acompanhar a questão para ver se será mantida a reabertura do comércio no próximo dia 10, ou quais as medidas de flexibilização ou endurecimento da quarentena que o Estado fará, também será acompanhado quando ocorre o pico da epidemia. Apesar da orientação do Ministério Público, que segue a imposição do Governo do Estado, os números de óbitos na cidade, por causa da epidemia são pequenos não passando de 5, até a presente data. Recentemente em um dos pronunciamentos do governador do Estado realizada diariamente, pronunciamento que ele denomina de entrevista coletiva, João Dória ficou bastante irritado com Jaboticabal por que a cidade, tinha mudado o decreto municipal, que inicialmente seguia o do Estado e tinha autorizado abertura do Comércio com restrições sanitárias.  No pronunciamento de hoje o governador do Estado já não citou mais a data do dia 10 de Maio para reabertura do comércio no estado, alegando a baixa adesão da população, ao isolamento social que ele impôs.  Somente no primeiro mês de quarentena o Estado de São Paulo teve um prejuízo de 86 milhões de reais e o prejuízo para e cidades do interior paulista neste período também é Incalculável.  Devido à situação econômica do país que sofre uma recessão desde 2015 e agora com agravamento por causa da quarentena decretada, muito comércio está arriscado a não reabrir. Na realidade as cidades e os estados que fizeram carnaval de rua estão entre aqueles com maior número de infectados. No Estado de São Paulo o carnaval de rua foi permitido e incentivado pelo governo estadual e pelo governo municipal da capital paulista, isto mesmo quando já se tinha notícia da infestação de coronavirus pelo mundo inteiro e que esse vírus poderia ser trazido para cá, pelos turistas que chegavam para brincar o carnaval.