Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte

CRONICA E ARTE  CNPJ nº 21.896.431/0001-58 NIRE: 35-8-1391912-5 email cronicaearte@cronicaearte.com Rua São João, 869,  14882-010, Bairro Aparecida Jaboticabal SP
CAIXA D’AGUA ELEVADA DA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE AGUA, RECÉM INAUGURADA SOFRE ROMPIMENTO EM JABOTICABAL Mentore Conti Mtb 0080415 SP // foto  frame de fideo recebido peloCrônica e Arte Jaboticabal, 30 de julho de 2020 A caixa elevada da nova estação de tratamento de água de Jaboticabal, sofreu rompimento em sua estrutura, na manhã desta quinta- feira dia 30.  A caixa faz parte da estrutura da nova Estação de Tratamento de Água da cidade que depois de construída, foi inaugurada no último dia 16 de julho aniversário do município. Um vídeo recebido por este site mostra a estrutura da caixa de agua da nova ETA mostra o problema, e houve informações (não confirmadas) de que o terreno onde a caixa está localizada tinha cedido em cinco centímetros. A nova estação de tratamento de água vai reabastecer cerca de 70% da população. Depois da (continua depois da propaganda) constatação do rompimento o Prefeito José Carlos Hori determinou o esvaziamento imediato e a interdição do local e as equipes do SAAEJ (Serviço de Agua e Esgotos de Jaboticabal) trabalham para sanar o problema. Nesses últimos 15 dias vários vazamentos ocorreram na rede de água da cidade, causando falta de agua em vários pontos do município. Segundo o prefeito este mais um desafio que a em que cidade enfrenta além do desafio Jaboticabal que está enfrentando a epidemia de coronavírus. Segundo o Prefeito José Carlos Hori a nova ETA foi construída porque a antiga estava comprometida e segundo o prefeito esta obra foi uma conquista para a cidade. Segundo o prefeito é triste que o fato na contenção ao mesmo tempo mas estamos aqui para trabalhar e garantir a segurança da população disse Hori. A nova ETA foi construída depois de que uma reunião entre Ministério Público, a Prefeitura e Câmara se discutiu o problema do perigo que oferecia a ETA antiga, que tinha sua estrutura trincada e comprometida e corria risco de rompimento.