Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte

CRONICA E ARTE  CNPJ nº 21.896.431/0001-58 NIRE: 35-8-1391912-5 email cronicaearte@cronicaearte.com Rua São João 869,  14882-010 Jaboticabal SP
A CRÍTICA INFUNDADA CONTRA O EXÉRCITO  FEITA POR GILMAR MENDES Um artigo de Mentore Conti Mtb 0080415 SP // foto EBC Jaboticabal, 14 de julho de 2020 O vice-presidente Hamilton Mourão disse hoje em entrevista à CNN Brasil, que seria o caso do Ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes se retratar em relação ao que declarou no último sábado, em uma conferência feita online. No sábado Gilmar Mendes disse que o Exército está se associando a um genocídio está sendo praticada no Brasil.  O ministro disse textualmente: "O Exército está se associando a esse genocídio, não é razoável. É preciso pôr fim a isso". Gilmar Mendes se referia a administração do General Pazuello, Ministro interino do Ministério da Saúde, depois que os dois ministros que o antecederam, durante a pandemia, deixaram o cargo. Ontem dia 13 o Ministério da Defesa, Exército, Marinha e Aeronáutica emitiram uma nota oficial conjunta, repudiando a fala do ministro Gilmar Mendes e dizendo que enviariam à Procuradoria Geral da República, um pedido para as providências cabíveis. Gilmar Mendes na manhã de hoje tentou explicar o tinha dito sábado, dizendo que não tinha ofendido as forças armadas. Independente da fala de Gilmar Mendes a declaração dele no sábado, durante a conferência feita online, é bem clara quando ele associa o Exército brasileiro a um genocídio que estaria sendo cometido no país na área da saúde, durante a pandemia do coronavirus.  É lamentável ver um Ministro do Supremo Tribunal Federal se manifestar como se conhecimento nenhum tivesse, como se fosse uma pessoa ignorante (o que acreditamos que não é) e que fizesse um discurso como se estivesse fazendo uma manifestação política, contra o governo e o Exército brasileiro. O vice-presidente Hamilton Mourão e os comandantes do Exército Marinha e Aeronáutica estão certíssimos em suas posições, pois não é possível que alguém que faça parte do governo, ainda que no poder judiciário, faça afirmações passíveis de crime pela Lei de Segurança Nacional. O artigo 23 desta lei enumera como crime incitar à animosidade entre as Forças Armadas, ou entre estas e as classes sociais ou as instituições civis (Art. 23 incII)  atribuindo pena de reclusão de 1 a 4 anos.  Infelizmente o ministro do STF demonstrou que não sabe o que significa a palavra genocídio.  Genocídio é o ato de exterminar populações ou parte de uma população, por causa da sua ideologia, da sua cultura, ou a sua raça, como fizeram Adolf Hitler, na Alemanha nacional-socialista (nacional-socialismo que em alemão se abrevia  com a palavra nazismo) na  Rússia desde a revolução Russa (1918) até a formação da União Soviética nos períodos de Lenin e Stalin, na Indochina (Camboja), no governo do khmer vermelho quando o governo de Pol Pot, matou 3 milhões de pessoas e nos massacres que ocorreram inúmeras vezes em países africanos, entre os anos de 1960 até à poucos anos. Para não ir mais longe em relação a atuação do Exército inclusive no território brasileiro podemos citar o período de da participação do Exército brasileiro durante a Segunda Guerra, combatendo o nazi- fascismo.  Diante do pandemia como é que estamos passando o atual ministro interino está fazendo o que pode ser feito, trabalhando com seriedade e tentando coordenar um trabalho entre a Federação e os Estados, coisa que os dois ministros que antecederam não fizeram.  Quanto a não ser médico o atual ministro isso não é relevante pois devemos lembrar aqui que José Serra também não era médico, e não teve movimento de esquerda nenhum que achou ruim este fato. Seria interessante que  a parte de brasileiros que só fica criticando sem nada fazer,  criasse vergonha na cara e passasse a trabalhar para tentar mostrar algum resultado ao invés de ficar fazendo críticas infundadas sobre tudo que acontece. A melhor resposta ao que disse o ministro  Gilmar Mendes, está na Canção do Exército que  que pode ser ouvida no vídeo  que segue esta matéria. Clique no vídeo para ouvir/assistir
fotos: facebook do autor e EBC e dominio público (as fotos em Branco e preto sao dos Militares na Italia e do cemiterio Militar de Brasileiros em Pistoia Italia
Mentore Conti Mtb 0080415 SP
Para ler em Smartphones gire seu aparelho na horizontal
Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte