Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte

CRONICA E ARTE  CNPJ nº 21.896.431/0001-58 NIRE: 35-8-1391912-5 email cronicaearte@cronicaearte.com Rua São João 869,  14882-010 Jaboticabal SP
O VAZAMENTO DE PETRÓLEO NAS PRAIAS NORDESTINAS Um artigo de Mentore Conti Mtb 0080415 SP // foto EBC internet Jaboticabal, 24 de outubro de 2019 Estamos vendo há cerca de quase 20 dias o vazamento de petróleo de algum navio, ou de vários navios, vazamento este que chegou nas praias do Nordeste brasileiro. Este vazamento já colocou em perigo o ganho dos Pescadores da região, além de colocar um freio no ganho econômico do turismo nordestino, nas praias locais.  É muito estranho que esse vazamento tem início exatamente no período em que haveria os leilões de petróleo, na cessão onerosa do pré-sal, feita pela Agência Nacional de Petróleo a ANP e que, renderia 237 bilhões para a Petrobras e para o governo. É muito estranho também que a cada ação do governo brasileiro, com a nova gestão eleita, um problema apareça para que se acuse o governo de alguma coisa, ou de algum fato. Quando o governo brasileiro falou que iria regulamentar o garimpo para evitar o contrabando de minérios, contrabando este que sempre existiu, ocorreram os incêndios na Amazônia e em seguida veio a acusação de que o governo não cuidava da ecologia. Naquele episódio houve quem negasse que existia contrabando na Amazônia e que muitas ONGs participavam do conluio. Nenhum ecologista veio a público e disse que nos últimos 16 anos este contrabando existia, com a conivência de ONGs e entidades do governo passado e que as queimadas já existiam também e que elas tem origem em um costume indígena, denominado coivara. Agora quando, depois da casa começando a ser arrumada na Petrobras, após anos de destruição nas gestões, durante os governos passados, agora, quando a Petrobras está para fazer o leilão, as manchas de óleo aparecem e atrás delas, (num modo popular de se dizer) as ONGs acusando o governo como aconteceu ontem e hoje em frente ao Palácio do Planalto. Teoria da Conspiração? Não caros leitores, a conspiração não é uma teoria e, uma prática e que significa criar uma trama para determinado fim, ou em política, tramar contra os poderes públicos ou contra determinado grupo político. Nos últimos anos junto com o Politicamente Correto, criou-se também a locução “Teoria da Conspiração”, um nome genérico que na realidade é usado cada vez que uma investigação, chega próximo a um fato verdadeiro, ou alguém, faz uma acusação contra reais conspiradores, criando, com a locução “Teoria da Conspiração” a ideia de que quem investiga ou acusa está apenas imaginando uma situação irreal. Na realidade a conspiração não é teoria, ela existe e principalmente em política. Assim todas essas coincidências devem ser investigadas cuidadosamente para que se punam os culpados. Quem em sã consciência em caso e não ter ocorrido acidente, como de fato não ocorreu, jogaria petróleo no mar? O petróleo hoje está a R$ 245,82 e aqui mais uma vez então eu pergunto: quem jogaria dinheiro fora se não fosse para atingir um objetivo? Porque o petróleo jogado lá, é da Venezuela? Claro que muitos leitores, agarrados em suas ideologias radicais, falarão que eu estou criando uma teoria da conspiração, mas como disse acima, a conspiração não é uma teoria, a conspiração existe e criou revoluções, inconfidências, Independência de países, derrubadas de governos Portanto essas Coincidências e esses atos resultados de alguma conspiração devem ser minuciosamente investigados para punir severamente quem, tentando causar um problema para Petrobras, tentando desestabilizar o governo brasileiro, e em última análise prejudicando o país. Será que esta gente não se importa em destruir a pesca na região que é fonte de renda para muita gente e não se importa nem mesmo com a indústria do Turismo local?  Agora cheios de cartazes os ecologistas ficarão gritando (aliás, já estão gritando) em defesa da ecologia. O noticiário hoje fala inclusive de uma CPI que vai ser criada.  Será que agora vão aproveitar o ensejo para criar uma CPI, só para aparecer nos jornais e tirarem proveito político também? Claro que a ecologia deve ser defendida, mas e o pescador que ficou sem trabalho? E a indústria hoteleira que ficou sem clientes? Até o momento que finalizo este artigo, não vi nenhum movimento de ONG lutando por eles. Será que uma causa, é mais importante que o bem estar de pescadores e da região nordestina?  
Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte