Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte

CRONICA E ARTE  CNPJ nº 21.896.431/0001-58 NIRE: 35-8-1391912-5 email cronicaearte@cronicaearte.com Rua São João 869,  14882-010 Jaboticabal SP
SAMBA ENREDO DA GAVIÕES DA FIEL: HISTÓRIA DO TABACO OU SAMBA DO CRIOULO DOIDO? Artigo de Mentore Conti Mtb 0080415 SP // foto internet divulgação Jaboticabal, 4 de março de 2019 A Gaviões da Fiel neste ano de 2019 encerrou o desfile em São Paulo com o samba, onde pretendia contar a história do tabaco, por meio de uma lenda árabe.  Comentaristas de carnaval durante o desfile, se esforçaram para dizer da beleza da música e da lenda árabe sobre o tabaco. Na realidade o tabaco é originário das Américas, como vemos em sites norte-americanos, italianos e em língua portuguesa. Segundo o Instituto Italiano Treccani em seu site, os europeus e indianos não conheciam o tabaco e fumavam outras ervas, antes da introdução do tabaco, que foi levado da América para a Europa. Na realidade a palavra é de origem árabe, não o tabaco como o conhecemos (este originário das américas), no árabe a palavra Tabbaq, transformada na palavra tabaco (espanhol) e tabacco (italiano), designava vários tipos de plantas que os árabes conheciam, menos o tabaco que tem origem nas américas. O samba-enredo na avenida, colocou o Santo Antão (com cara de Jesus Cristo), colocou a figura de um demônio, a história da serpente e um carro alegórico dos muçulmanos, Santo Antão morreu em 356 d.C., duzentos e quinze anos antes de Maomé, portanto os muçulmanos não existiam e nem eram sonhados na época de Santo Antão e também não tinham o tabaco, como planta originaria do oriente médio ou norte da África. O samba-enredo cita ainda os indianos e o tabaco chegando na França e só não cita quem realmente usava o tabaco, que eram os povos da América, tanto América Central contra América do Sul. O compositor do Samba deve ter confundido qualquer outra erva (até mesmo o haxixe, este originário da Índia e da China) com o tabaco, mas seja como for, mais uma vez uma escola de samba cria o Samba do Crioulo Doido. Aliás não se consegue entender qual a relação da liberdade da mulher (citada no samba), com a história do tabaco ou seja, mais uma confusão na história que o samba enredo contou. O Samba do crioulo doido, composição do Sérgio Porto, (Stanislaw Ponte Preta), é um samba que imagina o morador de um morro carioca, com pouca formação, tendo que escrever um samba sobre a conjuntura nacional brasileira. No samba do Crioulo Doido, o enredo mistura personagens de várias épocas do Brasil, e faz com que Anchieta, converse com Dom Pedro Segundo (que no samba era Tiradentes eleito Imperador). O Samba do crioulo doido ainda conta que Chica da Silva obriga a Leopoldina (na realidade esposa de D Pedro I) a se casar com Tiradentes, uma verdadeira salada histórica, ao estilo do que foi o samba enredo da Gaviões da Fiel 2019. Para complementar este texto colocamos abaixo uma das interpretações do Samba do crioulo doido e também o samba- enredo da Gaviões da Fiel de 2019.
Samba do Crioulo Doido
samba enredo Gavioes da Fiel 2019:
Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte