Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte

CRONICA E ARTE  CNPJ nº 21.896.431/0001-58 NIRE: 35-8-1391912-5 email cronicaearte@cronicaearte.com Rua São João 869,  14882-010 Jaboticabal SP
AS EXPLICAÇÕES DO MINISTRO SERGIO MORO E AS CENAS LAMENTÁVEIS POR PARTE DOS DEPUTADOS Um artigo de Mentore Conti Mtb 0080415 SP // foto EBC Jaboticabal, 3 de julho de 2019 Prezados leitores,  No dia de ontem vimos as lamentáveis cenas da Câmara dos Deputados no Brasil, com parte dos parlamentares agindo como moleques inconsequentes, despreparados e gritando como se fossem crianças do quarto ano do ensino fundamental que saem, que saem diariamente do portão da escola no final das aulas.  As cenas lamentáveis acabaram quando o deputado Glauber Braga, do PSOL-RJ, chamou o Ministro Sergio Moro de "juiz ladrão" e depois de uma nova sequência de gritos infantis, a sessão teve que ser encerrada e o ministro se retirou.  O ministro tinha ido à Câmara dos Deputados para esclarecer e falar sobre o hackeamento de seu telefone ou melhor de uma antiga conta no telegram que ele tinha. Em qualquer país civilizado ele poderia ter sido colocado em xeque, perguntas duras poderiam ter sido feitas, mas não em tom de conversa de criança, que mal sabe o seu papel como deputado.  Uma coisa ficou bem clara, que parlamentares de esquerda não sabem o seu papel dentro do Parlamento e não podem voltar ao governo executivo, sob pena de arruinar o país ainda mais. Que os partidos de esquerda tivessem manchado a ideia de socialismo e comunismo no Brasil isto já era bem notório, mas ontem ficou comprovado que a esquerda deve se refazer retirando os atuais componentes que a representa, sob Pena de não passar de um grupo de pessoas ridículas, que em momentos decisivos, não sabem como agir.   Na realidade não é de hoje que isso acontece, em 1964 os atos inconsequentes da esquerda brasileira, incentivou o governo de João Goulart a criar mudanças que o arruinaram, mexendo inclusive com a hierarquia do Exército. Na época estes atos fizeram com que a crise culminasse, no dia primeiro de abril com a tomada do poder pela junta político-militar que passou a governar.  Depois por mais inconsequência da esquerda, as eleições que tinham ficado marcadas, mesmo com a tomada do poder em 1964, para 1966 tiveram que ser canceladas, porque a esquerda inconsequentemente, se aliando a União Soviética e a Cuba começou a promover o terrorismo no país. Agora mais uma vez a esquerda começa a brincar de governar. Brincou de governar durante 30 anos atrasando o país economicamente, provocando a ruína do da Educação, da Saúde e da segurança (e isto é um fato notório que independe de provas). Este fato começou desde o governo Fernando Henrique. Fernando Henrique o qual sempre foi de linha socialista.  Quando o país pensa em recriar um rumo consertando os erros e punindo os criminosos, que usaram do poder nos últimos 30 anos para se enriquecer, através de corrupção, junto com empreiteiras, como devidamente comprovado em processos já julgados, vem agora um grupo de Deputados de esquerda, usando de uma reportagem mal feita, sobre grampeamento de contas no telegram, para gerar bagunça somente.  Quando o Brasil vai passar a ser um país sério? É para ver as cenas de ontem que o brasileiro elegeu aquela gente??? Se o Brasil quiser começar a sair da lama em que está, um país onde só há saneamento básico completo em 2% das cidades brasileiras; Onde doenças como a dengue afetam várias regiões do país, inclusive a nossa, onde só em Araraquara já existem, segundo as últimas notícias, mais de 14.000 infectados; Se o Brasil quiser diminuir a violência e modificar um Estado, para evitar que o crime organizado mande parcialmente nos presídios, vai precisar de gente séria.  Não basta a gritaria de ontem, não resolve ficar chamando os não esquerdistas de fascistas sem saber o que é fascismo, sem saber o que é esquerda, sem ter lido mais do que o resumo do livro o capital de Karl Marx, para se auto determinar de socialista.  Estamos em um país que, quem é de esquerda e quem é socialista, frequenta a igreja e comunga dominicalmente, quando Marx, Lenin, Trotsky e outros autores socialistas, falaram claramente que o estado deve ser ateu, eles não falaram estado laico. Eles falaram em ateísmo, inexistência de Deus. Um bom começo é recolocar na escola as aulas de educação moral, cívica e OSPB, mas isso depende também de encontrar professores sérios, coerentes com a profissão e que entrem em uma sala de aula para ensinar o que realmente deve ser ensinado. Ou começamos assim ou nada feito: Vamos ficar como sempre estivemos e no buraco em que chegamos.
Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte