Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte

CRONICA E ARTE  CNPJ nº 21.896.431/0001-58 NIRE: 35-8-1391912-5 email cronicaearte@cronicaearte.com Rua São João 869,  14882-010 Jaboticabal SP
LULA E A VITORIA DE PIRRO Um artigo de Mentore Conti Mtb 0080415 SP // foto internet EBC Jaboticabal, 27 de abril de 2018 Prezados leitores neste último dia 24 o STF decidiu enviar à justiça federal de São Paulo os termos das colaborações premiadas, firmados por Emílio Odebrecht seu filho e outros executivos da empresa Odebrecht. Essas delações premiadas relatam a troca de favores entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que ajudaria o grupo Odebrecht, em obras nos países latino- americanos de Cuba, Venezuela entre outras obras no Brasil, em troca de reformas e melhoramentos no sítio de Atibaia, aqui em São Paulo.  A decisão ocorreu por causa de um recurso de embargos de declaração, apresentados na defesa de Lula e os votos que deram a possibilidade de envio a São Paulo de foram de Toffoli Lewandowski e Gilmar Mendes, formando maioria naquela turma do STF.  Apesar da defesa de Lula ter comemorado por ser um indicativo do que ela sempre pregou, da incompetência do juízo de Curitiba para julgar Lula e por que o processo no sítio de Atibaia fica sem referidas provas, esta vitória na realidade, parece mais uma vitória de Pirro. Pirro foi um general e governante nascido em 318 aC. e morto em 272 aC. Este general, apesar de importantes vitórias contra o império romano, lutou na batalha de Ásculo, que fica entre Siracusa e Benevento (sul da península itálica).  Pirro Vence essa batalha, mas perde 3500 soldados conta 6000 soldados romanos que morreram lutando. Apesar da Vitória, Pirro ficou enfraquecido E no fim não conseguiu seu intento maior, que era conquistar parte do território da Itália, que depois veio a ser consolidado como território da república e na sequência, império romano. Quando nós analisamos todo o processo envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nós vemos que existem outros processos ainda, incluindo o do sítio de Atibaia que está prevento para que o juiz Sérgio Moro julgue. Existe como a próprio decisão do último dia 24 um inquérito em estágio embrionário em São Paulo, envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a Odebrecht e ajuda a países estrangeiros como Cuba e Venezuela e suspeitas de propina. Se a própria decisão fala que esse inquérito está em estágio embrionário, as provas da delação premiada indo para esse inquérito vão reforçá-lo e fazer com que ele possa ter um andamento de maneira mais consistente. Portanto o recurso dos Advogados de Lula fizeram com que uma prova que acabaria sendo usada, muito provavelmente, apenas no processo do sítio de Atibaia sobre propinas recebidas (que já tem outras provas), vai agora reforçar o inquérito que pode gerar um outro processo, já que o motivo do suborno desse inquérito não é dinheiro da Petrobras ou de refinarias de petróleo, mas sim auxílio a países estrangeiros envolvendo suborno no meio. Sem estas provas muito provavelmente este inquérito em são Paulo seria arquivado. Daí então nós podemos afirmar seguramente, que podemos estar e certamente estamos, diante de uma vitória da defesa de Lula que se assemelha à uma vitória de Pirro, que vence uma batalha e perde objetivo final. No mais nos resta acompanhar o desfecho do caso
Gen Pirro
Home Música Noticias Literatura Contatto Serviços Pagina 8 Livros Outros...
Cronica e arte